×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 311

Coordenador: João Paulo Jonas de Almeida

Vice-coordenador: Itiel Moraes da Silva

 

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (77) 3614-3187

 

Representantes docentes:

Eva Regina do Nascimento Lopes;

Itiel Moraes da Silva;

Gerson Ferreira Júnior;

Milanya Ribeiro da Silva;

Cláudio José Oliveira dos Reis;

Erick Samuel Rojas Cajavilca;

Leriane Silva Cardozo (Suplente);

Pedro Felipe da Costa Coelho (Suplente).

Representantes discentes:

  • Elielson Dias dos Santos

 

Representantes TAE: 

  • Flamilson Souza de Jesus
  • Napoleão Bonaparte dos Santos Araújo (Suplente)

Coordenador: Lucas de Faria Junqueira

Vice-coordenador: Bruno Casseb Pessoti

 

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (77) 3614-3187 

 

Representantes docentes: 

  • Lucas de Faria Junqueira;
  • Bruno Casseb Pessoti;
  • José Francisco dos Santos;
  • Ediana Mendes Ferreira;
  • Fernanda Libório Ribeiro Simões;
  • Vanessa Magalhães da Silva (Suplente);
  • Aline Vanessa Locastre (Suplente).

 

Representantes discentes:

  • Gabriela Nascimento;
  • Maria Antônia Pereira dos Santos (Suplente).

 

Representantes TAE:

  • Vinicius Daniel de Santana Feitosa;
  • Bráulio José dos Santos (Suplente).

 

Coordenador de Ensino: Prof. Dr. Flávio Marcelo Rodrigues Bruno

Telefone: (77) 3614-3182

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Substituta do Coordenador do Ensino: Profa. Ma. Vanessa Magalhães Silva

Coordenadora da Licenciatura em História

 

A Coordenadoria de Ensino é um órgão de apoio ao Centro das Humanidades. Segundo o Regimento Geral da UFOB:

 

Art. 60. Compete ao Coordenador de Ensino:

I – coordenar e compatibilizar, em conjunto com as Coordenações de Curso de Graduação e Pós-Graduação, o planejamento acadêmico do semestre letivo;

II – planejar a distribuição dos encargos didáticos entre os docentes;

III – coordenar a elaboração do Plano Anual de Trabalho e do Relatório Anual de Trabalho das Atividades Acadêmicas do centro, encaminhando-os ao Diretor;

IV – coordenar a realização dos processos seletivos para admissão de docentes substitutos, temporários ou visitantes nas vagas atribuídas ao seu Centro;

V – estimular a realização de eventos e ações na área de ensino;

VI – realizar estudos de demanda docente;

VII – supervisionar as atividades de monitoria de ensino sob a responsabilidade dos docentes do seu Centro, zelando pelo cumprimento de sua finalidade e dos prazos;

VIII – coordenar a implementação das políticas de ensino no âmbito do respectivo Centro;

IX – monitorar o cumprimento dos prazos da Agenda Acadêmica no âmbito das atividades de ensino do Centro, encaminhando relatórios ao Conselho Diretor.

Parágrafo único. Nas ausências e impedimentos eventuais do Coordenador de Ensino, ele será substituído por um Coordenador de Curso indicado pelo Diretor do Centro.

 

Atas das reuniões Ordinárias e Extraordinárias do Conselho Diretor do Centro das Humanidades.

 

Em caso de erro, solicitar a Ata desejada através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 

 

 

Representante

Diretor

Rubio José Ferreira

Vice-Diretor

Pablo Antônio Iglesias Magalhães

Coordenação de Ensino

Flávio Marcelo Rodrigues Bruno

Colegiado do Curso de Administração

Eva Regina Do Nascimento Lopes

Gerson Ferreira Junior

Colegiado do Curso de B. I. em Humanidades

Murillo da Silva Neto

Luziane Amaral de Jesus

Colegiado do Curso de Bacharelado em Geografia

Felipe Gomes Rubira

Robson Soares Brasileiro

Colegiado do Curso de Licenciatura Geografia

Rodrigo Bellei Oliveira

Ricardo Abrate Luigi junior

Colegiado do Curso de Bacharelado em História

Lucas de Faria Junqueira

Bruno Casseb Pessoti

Colegiado do Curso de Licenciatura em História

Vanessa Magalhães da Silva

Anderson Dantas da SilvaBrito

Colegiado do Curso de Direito

Tayse Ribeiro de Castro Palitot

Raphael Rego Borges Ribeiro

Colegiado do Mestrado PROFINIT

Vanessa Cristina Rescia

Colegiado do Mestrado PPGCHS

Carlos Henrique Lucas Lima

Representação Docente

Kelli Consuelo Almeida de Lima Queiroz

João Roberto Mendes

Representação Técnico-Administrativo

Flamilson Souza de Jesus

Napoleão Bonaparte dos Santos Araújo

Representação Discente

Rafaela Martins Oliveira

Pedro Antônio De Carvalho De Brito

Teófilo Figueiredo Porto Junior

Publicado em: Informes

O CEHU está com concurso público aberto para contratação de um novo professor. As inscrições custam R$120 e R$150 para os cargos de professor Assistente e Adjunto, respectivamente, e vão até o dia 3 de novembro no site www.concursos.ufob.edu.br. Os candidatos participantes do Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal podem solicitar isenção de pagamento da inscrição até 29 de setembro. As provas serão realizadas nos campi, no período de 16 de janeiro a 20 de fevereiro de 2017.

Faça sua inscrição aqui.

Mais informações podem ser acessadas no edital.

 

 

 

O Programa de Pós-Graduação em Química Pura e Aplicada (Posquipa) da UFOB está com inscrições abertas para seleção do Mestrado. Serão ofertadas 10 vagas nas áreas de concentração em Química Analítica, Química Orgânica e Físico-Química. Para participar do certame, é necessário ser graduado em Química ou áreas afins reconhecidas pelo MEC.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas, presencialmente, a partir desta sexta-feira (18) até o dia 8 de abril, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, na secretaria do Posquipa, no Pavilhão de Aulas 1, do Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras. Outra opção é fazê-la no site da UFOB, preenchendo o formulário eletrônico, ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O processo seletivo será dividido em três etapas: prova de conhecimento em Química, análise de currículo e histórico escolar, e carta de recomendação de professor credenciado. Mais informações sobre a documentação exigida, os critérios de avaliação e o cronograma da seleção estão disponíveis no Edital ou pelo telefone (77) 3614-3191.

O Posquipa

O Programa é vinculado ao Centro de Ciências Exatas e das Tecnologias (CCET) da UFOB e conta com uma equipe de 13 docentes. O Posquipa ajudará na formação de profissionais capazes de realizar pesquisa científica aplicada à realidade da Química.

A UFOB está com inscrições abertas em concurso público para contratação de 29 novos docentes. As vagas são para os campi de Barra (4), Barreiras (18), Bom Jesus da Lapa (3), Luís Eduardo Magalhães (3) e Santa Maria da Vitória (1), com salários que podem chegar a R$ 8,6 mil, a depender da titulação e do regime de trabalho.

As inscrições custam R$ 100, R$120 e R$150 para os cargos de professor Auxiliar, Assistente e Adjunto, respectivamente, e vão até o dia 29 de abril no site www.concursos.ufob.edu.br. Os candidatos participantes do Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal podem solicitar isenção de pagamento da inscrição até 6 de abril. As provas serão realizadas nos campi, em data a ser divulgada.

Das vagas oferecidas, 8 são para graduados em Medicina, com 20 horas de trabalho, e duas são para profissionais com formação em Engenharia Mecânica, em regime de Dedicação Exclusiva (DE). As demais são para mestres e doutores, em regime de 40 horas com DE.

Mais informações podem ser acessadas no edital.

 

A UFOB

A UFOB tem 2,1 mil estudantes matriculados em 29 cursos de graduação, distribuídos por cinco cidades do Oeste da Bahia, e dois cursos de mestrado: um mestrado em Ciências Ambientais, com 25 vagas anuais, e outro em Química Pura e Aplicada, com 10 vagas.

Caracterização do Centro das Humanidades – CEHU.

A Unidade Acadêmica do Centro das Humanidades – CEHU, é lotada no Campus Reitor Edgard Santos da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, no município de Barreira-BA. Alberga os cursos de bacharelado em Administração, Direito, Geografia, História e Interdisciplinar em Humanidades e as licenciaturas em História e Geografia. Extremamente atuante na dimensão da extensão universitária, sendo esta uma característica marcante de suas ações perante a sociedade. Na dimensão da pesquisa e formação continuada, atualmente possui três programas de pós-graduação stricto sensu, em nível de mestrado, sendo um com formação profissional, em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação – PROFNIT, e dois com formação acadêmica, um na área de Ensino - PPGEns e outro nas áreas de Ciências Humanas e Sociais – PPGCHS.

O CEHU tem em sua gênese três abordagens de caracterização de sua identidade que refletem com propriedade sua comunidade acadêmica. O CEHU é pautado na transdisciplinaridade científica, na diversidade social e na pluralidade cultural.

A transdisciplinaridade significa atravessar todas as disciplinas e ultrapassá-las necessariamente naquilo que elas têm de particular para alcançar o que elas revelam ter em comuns na atividade do sujeito em formação de seu ser. A concentração num ambiente acadêmico de formações acadêmicas, científicas e intelectuais de uma gama múltipla nas áreas das ciências humanas e sociais, faz do CEHU uma Unidade Acadêmica da mais ampla transdisciplinaridade, sem fronteiras disciplinares e indo além daquilo que é, e nesse aspecto reside a infinitude das possibilidades no concerne outras fontes e níveis de conhecimento na formação do ser.

A diversidade é a expressão de opostos. O CEHU reconhece que a diversidade é a (res)significação do diverso, não se constituindo como um mosaico harmônico, mas um conjunto de opostos, divergentes e contraditórios. A diversidade é o resultado das trocas entre os sujeitos, grupos sociais e instituições a partir de suas diferenças, mas também de suas desigualdades, tensões e conflitos. O diverso, o é o aceito no meio social do CEHU, e isso o caracteriza enquanto Unidade Acadêmica aberta ao encontro de novos significados sociais que voltam-se à transformação do ser com base no outro.

A pluralidade é fruto de um longo processo histórico de inserção entre aspectos políticos e econômicos, no plano nacional e internacional. Esse processo apresenta-se como uma construção cultural de alta complexidade, historicamente definida e redefinida continuamente em termos nacionais, apresentando características regionais e locais. Coexistem no CEHU culturas singulares, ligadas a identidades de origem de diferentes grupos étnicos e culturais, de membros de uma comunidade de diferentes regiões do país. Essa composição cultural tem se caracterizado por plasticidade e permeabilidade, incorporando em seu cotidiano a criação e recriação das culturas de todas as pessoas que formam esta Unidade Acadêmica, desenhando uma identidade uníssona. Nesse entrelaçamento de influências recíprocas, pautadas pela pluralidade, configura-se a permanente elaboração e redefinição da identidade do ser, em sua complexidade.

O resultado desta essência do CEHU é a formação contínua de sujeitos com um olhar humano voltado à sociedade em que se insere. O CEHU é mais do que uma Unidade Acadêmica, é a mais ampla expressão das individualidades de cada ser que o compõe, e é este ser, um sujeito transdisciplinar, diverso e plural.

 

 

Histórico 

Para resgatar este histórico temos que preliminarmente abordar três cenários que antecedem a criação do Centro das Humanidades. O primeiro reporta-se ao legado do Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável – ICADS, órgão da Universidade Federal da Bahia - UFBA, que por força de lei, foi incorporado à nova Universidade com todo seu acervo material, formal e de pessoal. 

Do legado do ICADS nasce o embrião do Centro das Humanidades, já nasce falante, polissêmico e controvertido, pois, além da História, da Geografia e do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades, recepciona e agasalha o Bacharelado em Administração, de uma decisão política e não científica, a qual avalizou esta reunião de áreas distintas, que por si só, não se consolidam como sendo única e particularmente as “Humanidades”.

Nesta perspectiva do estado herdado temos que o legado nos proporcionou numa síntese apertada o seguinte acervo: 30(trinta) docentes das várias áreas do conhecimento; 05(cinco) Cursos de Graduação: História (Licenciatura), Geografia (Licenciatura e Bacharelado), Administração(Bacharelado), e,  Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades (Bacharelado); 01(uma); 05(cinco) Laboratórios -  transferidos do ICADS (Ensino, Pesquisa e Extensão): LEPGEO – Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão em Geografia Escolar; LIFE – Laboratório interdisciplinar de Formação de professores; Grupo PET- Humanidades; Laboratório de Solos e o Laboratório de Geoprocessamento.

No eixo da legalidade, o Centro das Humanidades da Universidade Federal do Oeste da Bahia foi criado oficialmente através da Portaria nº. 45/2014, editada em 28/02/2014 e no mesmo dia teve seu primeiro Diretor Pró-tempore, Prof. Dr. Prudente Pereira de Almeida Neto que foi nomeado através da Portaria nº 46/2014, ambas emanadas da Magnifica Reitora Pro tempore da UFOB.

A posteriori os atos administrativos se multiplicaram sendo importante registrar os seguintes:

  1. Composição Estrutural do Centro das Humanidades – se deu a partir de requerimento da Direção do Centro das Humanidades datado de 26/03/2014, solicitando a Reitoria da UFOB nomeação dos cargos: de Vice-diretor, Coordenador Geral dos Núcleos Docentes, bem como a nomeação do Coordenador do Curso do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades. Em 1º/04/2014 através de Portarias de 04/04/2014 a Magnífica Reitora da UFOB nomeou os Professores: Bruno Casseb Pessoti Vice-Diretor Pro tempore, Enio Sugyama Junior Coordenador Geral dos Núcleos Docentes e Flávio Dantas Martins como Coordenador do Curso de Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades;
  2. Lotação do Corpo docente da UFOB nos respectivos Centros – se deu a partir da Portaria nº 115/2014 de 16/04/2014 da Magnifica Reitora Pro tempore na qual 30(trinta) docentes foram inicialmente lotados no Centro das Humanidades;  
  3. Formação e Instalação do Conselho Diretor do Centro das Humanidades – se deu a partir da emissão da Portaria nº 11/2014 de 23/05/2014 do Diretor Pro tempore do Centro das Humanidades, sendo instalado oficialmente em 27/05/2014. Ressalta-se que foi o primeiro Conselho Diretor a ser instalado na Universidade Federal do Oeste da Bahia;
  4. Alteração na estruturação do Centro das Humanidades – se deu através da renúncia formal do Prof. Bruno Casseb Pessoti ao cargo de Vice-Diretor Pro tempore em 06/08/2014 e respectiva nomeação do Prof. Alex Alvarez Silva para ocupar a respectiva vacância a partir de 1º/09/2014;
  5. Criação dos Núcleos Docentes e da CGND – se deu através de aprovação pelo Conselho Diretor do Centro das Humanidades na primeira reunião ordinária de dezembro/2014, na qual 05(cinco) Núcleos docentes foram oficialmente criados, homologados e registrados em Portarias: Núcleo Docente de História (08 docentes), Núcleo Docente de Geografia( 11 docentes), Núcleo Docente de Ciências Sociais Aplicadas (09 docentes), Núcleo Docente em Letras Linguística e Artes (07 docentes), e, o Núcleo Docente Interdisciplinar em Humanidades( 08 docentes).

Atualmente, essa organização foi refeita através do Regimento Geral da UFOB. O Centro das Humanidades conta com 79 docentes de diversas áreas, 05 Técnicos-administrativos (quatro Assistentes Administrativos e um Técnico em Assuntos Educacionais) e  alunos matriculados em 2019.2.

 

 

Organograma do CEHU

 

 

 

 

Página 8 de 9
Topo